A política fiscal brasileira

cifrão-e-porcentagem-em-balança

Atualmente muito se vê noticiais nas televisões, internet, rádios e todos os meios de comunicações sobre a crise econômica brasileira, crise fiscal brasileira e muitos outros. Mas afinal, o que é política fiscal?

O que é política fiscal?

A política fiscal é basicamente o manejo de tributos (impostos) e dos gastos do governo para colocar em dia as contas do país.  Esse tipo de política geralmente é utilizado em situações em que é necessário neutralizar as crises e conter a inflação.

HOmem-avistando-símbolo-de-porcentagem

Dentro da política fiscal, existem dois caminhos a seguir, são eles:

Política Fiscal expansiva: ela é usada quando a oferta de produtos está maior que a demanda, ou seja, a indústria está em plena produção e a população não está comprando. Isso iria gerar o “hiato deflacionário”, que formariam altos estoques nas indústrias, forçando assim um recuo nos preços dos produtos, que por sua vez levariam as empresas a reduzir a produção e logo o quadro de funcionários, contribuindo para o aumento do desemprego.

Nesse caso, algumas medidas podem ser tomadas para diminuir os efeitos da situação, ou dependendo da efetividade, extinguir o problema de vez. São elas:

Aumento dos gastos públicos;

Reduzir carga tributária, fazendo com que aja aumento dos investimentos e consumo;

Incentivo às exportações, aumentado a procura externa dos produtos;

Tarifas e barreiras para as importações, visando beneficiar a produção nacional.

Política Fiscal Restritiva: ao contrário do caso anterior, essa política é usada quando a demanda por produtos ultrapassam a capacidade produtiva das indústrias do pais, ou setores. O resultado disso é um aumento da inflação, conhecido como “hiato inflacionário”, em que os estoques somem e os preços sobem. Para conter essa situação podem ser feitos:

Diminuição dos gastos públicos;

Elevação da carga tributária sobre os bens de consumo, desencorajando esses gastos;

Elevação das importações, por meio da redução de tarifas e barreiras.

Situação da atual política fiscal brasileira

Bandeira-do-Brasil-com-seta-negativa

A situação fiscal brasileira encontra-se em uma difícil situação, uma vez que além da crise econômica, existe uma grave crise política, o que impede o atual ministro da fazenda de exercer as medidas que julga necessário para fazer o crescimento do país retornar.

O então ministro Joaquim Levy  propôs ao congresso um projeto com cortes de gastos públicos, cortes de ministérios e cargos comissionados e, cortes em todas as áreas, atingido diretamente a saúde e educação inclusive. Propôs ainda a volta temporária do imposto CPMF, afim de receber cerca de 34 bilhões de reais para equilibrar as contas publicas , lembrando que a estimativa de déficit monetário do país em 2015 esteja na casa dos 60 bilhões de reais.

Ainda que não seja a melhor saída para alcançar resultados adequados segundo alguns economistas, alguma atitude deve ser tomada, além de aumentar as taxas de juros desenfreadamente. Mas tais medidas só serão tomadas com a aprovação do congresso, que por sua vez encontra-se preocupado apenas na guerra de poder entre os partidos para alcançar a presidência, ameaçando inclusive votar por pautas que aumentam os gatos do governo, ao invés de se preocupar com os problemas que a população vem enfrentando.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *